ENGLISH VERSION

Click here for English Version

Blogues Fundamentais

Resistir.Info
Mais Évora

Blogues Suspeitos

ColectivoTransgressão
In Tenui Labor
Lchaim Shedim - Consulado Negro de Zurugoa
As Sombras

Domínio Alentejano

Cronicas do Deserto
Sociedade Harmonia Eborense
Auditório Soror Mariana - SOIR/UE
Universidade de Évora
C.M.E.
Alentejanando
Alentejo Metablogue

Elektro Krak Pot

Anonymizer
Teosoft
CIA Studies
Nation States

Musik

Warp Records
Wire
Improvisos ao Sul

Úteis

Programas Mil
Teste a Segurança
Anti Software Espião
Firewall Gratuita
Anti Virus
FTP
Office legal de Borla
Usabilidade
Dicionário Online

Big Picture

Imprensa Mundial
Os Negócios da Morte
Imagens nunca vistas
The economist
Pravda
Aljazeera

Imagens

Instantes

Para-Mundo

"God, The Mechanik"

Cidadania

CGTP
Função Pública - Sul
SIESI (TYCO / EPCOS)
Jornalistas
STAL - Poder Local
Psicólogos
Federação Sindicatos Função Pública
FENPROF - Fed. Nacional Professores
Portal do Cidadão
Constituição da República
ANSOL - Assoc. Nac. para o Software Livre
The Memory Hole

Formação Civica

Diário Ateísta
Rebelion

Conflito Israel-Palestina

Haaretz
Palestine Monitor
Palestine Chronicle

Sai Sempre

Random Precision
Acuso
A Fabrica
Ponto Média
Afixe
A Naturesa do Mal
Webcedário

Blogo Diplomacia

Blog da Sabedoria
Alma Ébria
Bolotas e Mate

Do belo

Enki Bilal
World Museum of Erotic Art

Esquerda...

Forum Comunitário
Causa Nossa
Mau Tempo no Canil

Direita!

Abrupto
Voz do Deserto
Marretas
No Quinto dos Impérios

Ambiente

Energias Renováveis
Estrago da Nação

Blogus Mundi

Os Blogues
Comité Protecção Bloggers

Partidos Politicos

Bloco de Esquerda
Partido Comunista Português.
Os Verdes
Partido Socialista
Partido Social Democrata
Partido Popular

APELO PARA A HUMANIDADE
O que pensa deste blogue?
5 - Perfeito
4 - Indispensável
3 - Muito Interessante
2 - Interessante
1 - Desinteressante
Free polls from Pollhost.com


Trilhos




lunar phases
 

ZURUGOA

Zurugoa, o país irmão! Zurugoa é Alfa e Omega! Tás farto? Emigra pra Zurugoa hoje mesmo!

Nome:
Localização: Zurugoa

2/05/2005

É DIVERTIDO MATAR PESSOAS??!??

O general James Mattis, responsável pela 1ª Divisão Marine no Iraque, declarou que era divertido matar pessoas.
Isso foi dito em público, nos EUA, perante uma assistência que bateu palmas a tal declaração. O general esclareceu que gostara de atirar em afegãos pois não pertencem à espécie humana: "Assim, é muito divertido atirar sobre eles" ("So, it's a hell of a lot of fun to shoot them").
Em Novembro último o mesmo general participou do massacre de Faluja, afirmando aos seus soldados que Satã vivia naquela cidade iraquiana e era preciso destruí-lo.
Primeiro foi o Bush a dizer que tinha tido uma visão de Deus, em que Deus lhe deu a missão de salvar o mundo e agora mais um lunático em posição de grande poder.
A questão preocupante é estes senhores(?) terem o poder que tem sobre a vida de terceiros.
Acresce a este caso o facto do general James Mattis ser um dos generais mais respeitados nos EUA, Hollywood prepara-se inclusivé para rodar um filme sobre a temática da guerra, em que o modelo escolhido para personificar no filme o general, ter sido o do próprio James Mattis.
Cada dia que passa se torna mais dificil a alguns manter o argumento de que os EUA são um mal necessário, um mal menor em relação á alternativa.

4 Comments:

Blogger LúciaGrande said...

Julgo que concordarão comigo...é mau demais para comentar!...

(não me refiro ao post, bem entendido!)

6:08 da tarde  
Blogger Armando S. Sousa said...

Como é possível proferir uma declaração destas, com tamanha naturalidade, impunidade, e o mais elementar desrespeito pela vida humana?
É absolutamente inacreditável!

7:30 da tarde  
Blogger Bandido ORiGInAl said...

Mesmo assim existe quem se recuse a ver a realidade por detrás da mascara da propaganda.

E nós é que temos de aguentar...

8:03 da tarde  
Blogger VAMPIRE XII said...

O tema é difícil de ser observado de forma distanciada e objectiva. A primeira reacção será chamar idiota ao general, coisa que já fiz adequadamente.
Eu vou fugir à questão (as minhas desculpas, sr. Bandido).
A não pertença à espécie humana é um argumento utilizado ao longo dos tempos para exacerbar o zelo (fanatismo?) de certos grupos.
Nos primeiros séculos da expansão europeia, os séculos XV e XVI (mais este último), colocava-se uma questão aos europeus, que poderia ou não justificar ou permitir a aceitação da escravatura dos povos não europeus (Hemisfério Sul, sobretudo) e exteriores à «Republica Christiana»: os negros e os índios têm alma? Não era uma questão de somenos importância, é que se tinham alma haviam sido criados por Deus à Sua imagem, e, portanto, eram da mesma matéria dos europeus. De outra forma, eram criação, mas despojados de alma, o que os colocava no mesmo patamar das bestas, criados para servir os Homens. Mas não vou por este caminho, que não me interessa, mas vou esclarecer alguma coisa sobre a minha dama, a Idade Média (para alguns As Trevas...).
Pois saibam os srs. que durante a Idade Média os ataques cristãos a possessões muçulmanas (Norte de África) careciam de bula papal. E isto, entre outros motivos, porque caso se atacassem territórios que nunca tinham sido cristãos e se se tentassem evangelizar os gentios pela força essa conversão seria considerada inválida.
Que é que isto tem a ver com os americanos no Afeganistão (ou no Iraque)? Tudo.

Respondam-me: a coacção para a implantação da democracia (essa solução para todos os males… Isto até dá vontade de rir! Leiam a «Paz Perpétua» de Kant e irão observar a democracia com outros olhos).
Perdão, vou repetir: a coacção para a implantação da democracia numa região resultará no aparecimento de numa democracia legítima nessa mesma região?

3:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Direitos - Script Facil - Matheus Peroni

Clique em qualquer lugar desta página com o botão direito do mouse.

Blogarama - The Blog Directory