ENGLISH VERSION

Click here for English Version

Blogues Fundamentais

Resistir.Info
Mais Évora

Blogues Suspeitos

ColectivoTransgressão
In Tenui Labor
Lchaim Shedim - Consulado Negro de Zurugoa
As Sombras

Domínio Alentejano

Cronicas do Deserto
Sociedade Harmonia Eborense
Auditório Soror Mariana - SOIR/UE
Universidade de Évora
C.M.E.
Alentejanando
Alentejo Metablogue

Elektro Krak Pot

Anonymizer
Teosoft
CIA Studies
Nation States

Musik

Warp Records
Wire
Improvisos ao Sul

Úteis

Programas Mil
Teste a Segurança
Anti Software Espião
Firewall Gratuita
Anti Virus
FTP
Office legal de Borla
Usabilidade
Dicionário Online

Big Picture

Imprensa Mundial
Os Negócios da Morte
Imagens nunca vistas
The economist
Pravda
Aljazeera

Imagens

Instantes

Para-Mundo

"God, The Mechanik"

Cidadania

CGTP
Função Pública - Sul
SIESI (TYCO / EPCOS)
Jornalistas
STAL - Poder Local
Psicólogos
Federação Sindicatos Função Pública
FENPROF - Fed. Nacional Professores
Portal do Cidadão
Constituição da República
ANSOL - Assoc. Nac. para o Software Livre
The Memory Hole

Formação Civica

Diário Ateísta
Rebelion

Conflito Israel-Palestina

Haaretz
Palestine Monitor
Palestine Chronicle

Sai Sempre

Random Precision
Acuso
A Fabrica
Ponto Média
Afixe
A Naturesa do Mal
Webcedário

Blogo Diplomacia

Blog da Sabedoria
Alma Ébria
Bolotas e Mate

Do belo

Enki Bilal
World Museum of Erotic Art

Esquerda...

Forum Comunitário
Causa Nossa
Mau Tempo no Canil

Direita!

Abrupto
Voz do Deserto
Marretas
No Quinto dos Impérios

Ambiente

Energias Renováveis
Estrago da Nação

Blogus Mundi

Os Blogues
Comité Protecção Bloggers

Partidos Politicos

Bloco de Esquerda
Partido Comunista Português.
Os Verdes
Partido Socialista
Partido Social Democrata
Partido Popular

APELO PARA A HUMANIDADE
O que pensa deste blogue?
5 - Perfeito
4 - Indispensável
3 - Muito Interessante
2 - Interessante
1 - Desinteressante
Free polls from Pollhost.com


Trilhos




lunar phases
 

ZURUGOA

Zurugoa, o país irmão! Zurugoa é Alfa e Omega! Tás farto? Emigra pra Zurugoa hoje mesmo!

Nome:
Localização: Zurugoa

2/18/2005

BUSH PROMETE LIBERDADE AO MUNDO

O general Norman Schwarzkopf, que comandou o ataque ao Iraque em 1991, declarou no Congresso em 1990:
“O petróleo do Médio Oriente é o sangue do ocidente. Alimenta-nos hoje e, como constitui 77% das reservas existentes no mundo livre, há-de alimentar-nos quando o resto do mundo ficar seco”.
Estava a falar daquilo a que alguns geólogos chamam o pico petrolífero, o fim da era do petróleo barato, sem atrair uma atenção indesejada para esse facto.
Primeiro o Iraque, depois o Irão!

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Quando se fala em petróleo, tudo se torna muito mais complicado. Bom fds. Luis Villas

10:23 da manhã  
Blogger peciscas said...

Não sei se já reparaste que estás a votos para o Nick com mais pinta no PECISCAS. Podes começar a tua campanha!

5:03 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A Economia do Hidrogénio, A Criação de Uma Nova Fonte de Energia e a Redistribuição do Poder na Terra.
Em «A Economia do Hidrogénio», o autor Jeremy Rifkin faz uma jornada esclarecedora pela próxima grande era comercial da história. Ele prevê o surgimento de uma nova economia sustentada pelo hidrogénio, a qual mudará fundamentalmente as nossas instituições económicas, políticas e sociais, a exemplo do que fizeram o carvão e a máquina de vapor no início da Era Industrial.
Rifkin observa que estamos aproximar-nos de um ponto crítico na era dos combustíveis fósseis, com conseqüências potencialmente desastrosas para a civilização industrial. Apesar de os especialistas afirmarem que temos ainda cerca de quarenta anos de petróleo bruto disponível barato, alguns dos mais destacados geólogos do mundo vêm sugerindo que a produção do petróleo pode atingir um pico, e então sofrer uma queda vertiginosa já no final desta década. Os países produtores de petróleo que não integram a OPEP já estão chegando a este pico, o que deixará a maior parte das reservas remanescentes nas mãos do politicamente instável Oriente Médio. No desespero, os EUA e outras nações poderiam recorrer a combustíveis fósseis menos puros, carvão, areia de alcatrão e óleo pesado, o que só agravaria o aquecimento global e comprometeria o já castigado ecossistema da Terra. A iminente escassez de petróleo deixa a vida industrial vulnerável a rupturas em cadeia e até mesmo ao colapso.
De facto, é necessário criarmos (Portugal) a nossa independência relativamente aos combustíveis fósseis.

Mónica

6:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Direitos - Script Facil - Matheus Peroni

Clique em qualquer lugar desta página com o botão direito do mouse.

Blogarama - The Blog Directory